quarta-feira, 4 de março de 2009

(Sem título)

Travisto-me em eloqüências, derreto-me em frases pequenas, serenas, perenes. Como rio nascente no mais profundo regato da alma.
Oriento-me ao desorientar-me em teu sorriso, enxergo desejos escondidos no teu olhar quando espelha, em si, a mim mesmo.
Devolvendo-me, generosa, o mesmo brilho que te ofereço.
Pois saiba, és a fonte da minha luz, és a pergunta às minhas respostas, o infinito mar que cerca a minha ilha, meu chão, meu céu, meu pavio e a minha explosão.
Reflito em círculos sob o eixo do buraco que cavastes para levar meu coração.
Sem que deixastes, para mim, o teu...

Resta-me a espera no angustiante cais e a terna certeza de que mentes ao calar-te, ao negar-te, ao negar-me a verdade abissal do nosso eterno amor.
E canso, manso, pela demora ao reencontro dos nossos lábios, pois certificado é o inegável encaixe na eloqüência do nosso beijo.

13 comentários:

Assim que sou disse...

...enxergo desejos escondidos no teu olhar quando espelha, em si, a mim mesmo...

Marcelo....esse trecho é revelador. Porque realmente creio na revelação expressa pelo olhar de amor do outro. Ou são só meus olhos que assim enxergam. Mas é bom!!! Dos momentos especiais do amor...esse está na lista do meus "top ten".

bjs. Veronica

Sophie Rennée disse...

vilge, escreve tão bem! desse jeito a moça vai se apixonar ahuahahuahuhauhaua

:: Fatima :: disse...

"E o amor meu caro..."

Simplesmente amor...

Bjos

Marcelo disse...

Será? =P

paula barros disse...

Muito poético. Muito bonito. Muito sentimento.

Mas..."resta-me a espera no angustinate cais..."


Obrigada pelo seu comentário. Torço por sua felicidade.

abraços

*Cris* disse...

Qta paixão... qto desejo! Que coisa linda de se ler!

Boa sorte, menino lindo, que desta vez, você viva uma linda história de amor....

Beijinhos doces.

Monique Frebell disse...

Tava meio sumida, mas a maior saudade era daki!

Lindo texto!

Verônica Cobas disse...

Marcelo,

Entrei novamente para te dizer que considero você um homem de alma feminina. E nisso insiro todo o meu viés pessoal de achar que esse "alma" só qualifica o homem. Como esse é tema da minha crônica de hoje no blog Criative-se, gostaria demais de ouvir sua opinião. Dá uma passada por lá!. Está no www.criativesse.blogspot.com

bjsss. Veronica

Atreyu disse...

Você sente o que escreve?
Se sentir... É AMOR!!!
A-M-O-R
AAAA-MMMM-OOOO-RRRR
Parabéns

tossan disse...

É muito belo, poético e cheio de lirísmo o teu cais. A amada já percebeu, aposto. Abraço

Ivich disse...

Ual! Você já pensou em seguir carreir nas letras?
E que amor, heim?! Que seja eterno enquanto dure, e/ou, que dure eternamente.

M. disse...

Qdo encontrar um pretendente, preciso urgentemente passar o endereço do teu blog p/ ele. Promete que vai passar umas dicas para o rapaz? promete? Promete? srsrsrsr

Bjosssssssssss, moço apaixonado!

BANDEIRAS disse...

TÁ APAIXONADO, COM CERTEZA...
MAS É BOM, AMAR É SEMPRE BOM
E PAIXÃO, TODO MUNDO MERECE TER UMA DE VEZ EM QDO.

BJS LINDO