quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Eu e ela (Texto produzido com a valorosa colaboração da minha velha amiga Mila)

Putz, temos 20 minutos para chegar ao Teatro Municipal. Obviamente ela não vai ficar pronta nesse tempo. Considerando todas as opções de roupas, sapatos, cintos, bolsas, maquiagens, perfumes e todos aqueles penduricalhos que ela ama mais do que me ama, ela deve demorar umas quatro horas enquanto se apronta...Mas aonde diabos foi parar o meu blazer cinza?!

Enquanto isso no closet dela...

Eles acham que é fácil, que bastaria uma hora e pronto! Estaremos lá, tipo Cinderela: linda e perfumadas. Eu acabo de descobrir que não tenho roupa. Meu Deus, nada me serve, estou gorda. Não vou mais.

Já sei!!!! O blazer ficou na lavanderia da prima dela e nunca mais voltou. Ok, jeans azul com cinto marrom, sapato marrom, camisa bege e terno marrom, perfume Malbec. Vou parecer uma árvore em pleno outono mas ok. Pronto! Enquanto ela termina vou pra sala ver Seinfeld...Não, se bem conheço a minha menina melhor eu ver uma maratona do Woody Allen, aiai...

Eu não vou usar este vestido de novo. Não vou. Imagina se aquela ruiva do quinto andar estiver lá? E eu com um vestidinho sooo last season? Não. Vou pôr aquela blusinha com estampa de leopardo. Não. Não é bordel, é teatro. Quero o meu jeans da Seven. Está lavando, que ódio! Já estou suando, minha chapinha vai desmachar.

2 horas depois...

Ai, amor, demorei? Resolvi ir bem básica hoje: só este jeans da Diesel, essa argolinha de strass, uma maquiagem básica. Ui, espera, meus cílios postiços descolaram. E esse Manolo preto que ganhei no nosso aniversário...

Você está linda como sempre, meu amor. Não precisamos mais das chaves do carro. Vamos pegar o elevador e comer um dogão prensado do Tio Lucas ok? Sei que ele vai adorar duas figuras tão bem vestidas e perfumadas no trailer dele.

O casal lindo e perfumado sai pela porta de um apartamento onde um homem e uma mulher são apenas o que um homem e uma mulher são...


P.S.: Mila é a minha maior definição de amiga e de feminildade. Amo essa japinha fofa. Ela é casada e eu amo uma outra mulher, mas amo demais ok? Só para que fique bem claro para todos.

24 comentários:

Notas & Notícias disse...

Parabens pelo belo texto. Continue produzindo em conjunto.

Abraços,

T disse...

HAHAHAHA
ADOREI
bem a visão do h e da m mesmo!
por isso que ambos se completam,
porque ambos são completamente diferentes.
Mas te confesso, que invejo os homens por se arrumarem assim, tão depressa :\
Bjs

Úniica e exclusiiva disse...

Definição típica da ocasião, show! Texto leve, 'limpo', no time certo, boa dupla (que os respectivos companheiros não fiquem enciumados! rs.)

Uma auto-afirmação contínua desse amor hein! Ama demais mesmo, quanto, que imensidão?!? (não quero saber a resposta, só to zoando! rs.)

Grande abraço aos dois. =)

Úniica e exclusiiva disse...

msn ?

Marina disse...

Os homens às vezes parecem não querer nos entender. Antes de sair, devem avisar horas antes, para dar tempo inclusive de secar a calça favorita. O homem do texto pelo menos foi sensato; esperou a contragosto, mas não reclamou.

Ótimo texto! Muito divertido!

Abraço, Marcelo!

Patricia disse...

Ta bom, ta bom, realmente vc pode ter pensado em uma mulher específica, mas, sem querer, descreveu todas elas.

Perfume Malbec... Hummmmmmmmmm, bom,muito bom...

Beijos!
=)

O Brasil ainda vai melhorar! disse...

pra q mulher se arruma tanto se o homem nem vê???

sabe q as mulheres se arrumam pras outras mulheres???

ow num eh soh mulher q demora naum... hj em dia com os homens metrosexuais a coisa tah mudando... (naum repare minha linguagem meio de internet)

Luiza Cristina disse...

Olha quem voltoooou!

Beijos.

Edna Federico disse...

riso...bem legal!
Beijo

Ale Danyluk disse...

Muito bom. Quero bis!!!
Agora quanto á todo esse amor.... direcione-o da forma certa para atingir ou destruir o alvo em cheio. Sorte sempre...
beijo
Ale

Águas de Março disse...

belo texto Marcelo,trazuz um homem e uma mulher.
Não é sua amada?
Sua amada não lhe ama?
Ame outra.
Perfume? Que tal um Dior?

... disse...

Acho que sou uma mulher anormal , nunca na minha vida nem no auge da minha vaidade demorei mais do que 15 minutos para me arrumar, deve ser por que se tenho que comparecer à um encontro, no dia anterior já tenho mentalizado tudo que vou vestir e os horários que terei para cumprir, ou seja,não sou lá muito mulher apesar de ser mulher ... Deixo a minha feminilidade para os conflitos internos e hormonais da existência feminina.
Mas o texto está muito bom, bem exemplificado os contrastes do comportamento feminino e masculino.
E sua amiga escreve muito bem, já li várias vezes o blog dela e a forma de escrever é muito dinâmica.
Boa parceria e espero que todo mundo tenha entendido que cada um de vcs tem seus parceiros amorosos.
No seu casoe creio que no dela tb, só não enxerga isso quem não quer, ou é digamos que um pouco desprovido de substâncias neurotranmissoras que ajudam os neurônios a se comunicarem e estabelecerem suas funções normais
Glaucia

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Eu era assim na adolescência. Agora, dependendo do programa, já sei o que vou pôr e também penso numa segunda possibilidade, caso haja algum problema de última hora, tipo derrubar o café na roupa, sei lá.
Legal escrever em dupla. Houve uma época em que eu escrevia para um grande jornal de São Paulo, mas estava passando por uma crise amorosa terrível. Decidamente, não era para dar certo. Pedi a um amigo, que por sinal era meu chefe, eu podia ser despedida!, mas ele havia sido uma pessoa muito querida na faculdade. Ajudou-me por uns 6 meses, até a ferida cicatrizar. Posso dizer que o amo. Há várias formas de amor.
Um beijo e boa sorte,
Renata

Felina disse...

"...Vou pôr aquela blusinha com estampa de leopardo. Não. Não é bordel..."

(um minuto de silêncio)
Marcelito,tudo bem que eu também não iria ao teatro municipal trajada com alguma peça com estampa de leopardo,ou tigre,seja lá o animal que for...Mas bordel???
Esqueceu que essa sua amiguinha que vos fala,adoooooora as tais estampas ??????

(gargalhadas)

Mas mesmo assim,adorei seu post.
Retrata muitas noites de muitos casais por ae,tenho certeza ! rs

beijinhos

mania disse...

Eu espero a mina 1:15 min. É sério, 1:15 min!

Mah disse...

Adorei o texto! Super real, de verdade, muito bom! =P

Um beijo!

Quase Trinta disse...

Ficou uma delicia de ler o texto... leve gostoso e real.

Quase Trinta disse...

Ficou uma delicia de ler o texto... leve gostoso e real.

Quase Trinta disse...

Ficou uma delicia de ler o texto... leve gostoso e real.

... disse...

Para quem não sabe , pois afinal ninguém é obrigado a saber de tudo, os neurotransmissores que citei em meu comentário, são substâncias química que transmitem sinais de uma célula nervosa para a outra.Assim, o bom funcionamento cerebral acontece quando as tais substâncias neurotransmissoras fazem a comunicação de um neurônio com outro no nosso sistema nervoso.
Não gosto de usar termos muito técnicos quando escrevo, pode dar a entender que estou sendo arrogante em demonsatrar saber alguma coisa. E sinceramente sei muito pouco... Muito menos do que gostaria de saber.
Glaucia

marlene disse...

glaucia, eu acho que vc. sabe muito, muito mais do que gostaria de saber hauhauhauhauhau...
beijocas, 'fofa'!

paula barros disse...

Muito bom o texto, parabéns a dupla.

O ruim para o escritor de blog é ter que se explicar. Pelo menos eu acho. Já pensou se os escritores famosos tivessem que explicar tudo. Mas faz parte desse novo meio de comunicação.

Esse rapaz do texto muito paciente, ou não queria ir ao Muncipal. Ele particularmente merece um parabéns especial.

bjs

... disse...

Eita que alguns neurotransmissores não estão funcionando bem e andam entendendo a mensagem errada... Mas cada um é o que pode e entende o que pode... E eu sou fofa mesmo e um mimo de guria, que sabe sobre o mundo muito menos do que gostaria. Mas sei sobre a minha vida mais do que o suficiente, e isso é o que importa.
Glaucia

BANDEIRAS disse...

JÁ FUI ASSIM, AGORA SOU BASTANTE PRÁTICA, VISTO - ME CONFORME A OCASIÃO, MAS NÃO SOU DE ESCOLHER MUITO. ANTES DE ABRIR O GUARDA-ROUPA, JÁ ESCOLHO MENTALMENTE O TRAJE, O SAPATO, ENFIM. NÃO GOSTO DE FAZER OS OUTROS ESPERAREM POR MIM, ODIARIA FAZER ISSO POR ALGUÉM. SOU MUITO CAXIAS EM MEUS COMPROMISSOS. POR ISSO, SE UM DIA VIER A CASAR NA IGREJA, ESSA SERÁ UMA RECLAMAÇÃO QUE ELE NÃO FARÁ: A DE ME ESPERAR OS 30 MINUTOS DE PRAXE.

BJS MEU AMIGO