quarta-feira, 14 de julho de 2010

Cedo

Uma Aline me ensinou quase tudo que eu sei.
Era quase escravidão, mas ela me tratava como um rei.
Ela fazia muitos planos, eu só queria estar ali sempre ao lado dela.
Eu não tinha aonde ir mas, egoísta que sou, me esqueci de ajudar a ela como ela me ajudou e não quis me separar.

Ela também estava perdida, e por isso se agarrava a mim também, e eu me agarrava a ela porque eu não tinha mais ninguém.
E eu dizia: Ainda é cedo...

Sei que ela terminou o que eu não comecei, e o que ela descobriu eu aprendi também, eu sei.
Ela falou: Você tem medo.
Aí eu disse: Quem tem medo é você.
Falamos o que não devia nunca ser dito por ninguém.
Ela me disse: Eu não sei mais o que sinto por você,vamos dar um tempo, um dia a gente se vê.
E eu dizia: Ainda é cedo...

(Legião)

3 comentários:

Glaucia disse...

Sabe , não tem coisa mais incomoda e mais triste do que um relacionamento que deixa a sensação de que haveria a possibilidade existir por mais tempo.
Diante do exposto, só posso sentir muito por todo mundo que está envolvido, no final todo mundo perde, outros mais, outros menos, mas sempre há perdas.
Beijim

Inside Me disse...

se ainda é cedo... tem tempo, as coisas mudam em segundos...
imagina com mais que isso. bj pra ti

Ana Paula Duarte disse...

Perfeita música, Ilove Renato Russo...
Sempre é cedo...Fazer o q?