quarta-feira, 22 de abril de 2009

A santa que virou puta

Por incrível que pareça, e embora o seu ego afetado insista em fazê-la acreditar em tal bobagem, NADA do que eu escrevo nesse espaço tem a ver com você ou se “inspira” em você.
Talvez a sua cegueira patológica não a permita ver que minha vida não gira em torno de você, tenho mais o que fazer, saca?

Aqui não abro mais o que de fato acontece comigo, isso não vale e nunca valeu a pena. Crio cenas, contos e situações de acordo com a minha vontade, o meu estado de espírito ou quando simplesmente me dá na telha vontade de fazê-lo, porque eu sim faço o que quiser sem que NINGUÉM interfira em minhas decisões, eu não sou marionete de filho da puta nenhum, bem diferente do que você é, sempre foi e infelizmente sempre será, graças a sua fraqueza e a sua infinita covardia.

Surpreenda-se dear, mas eu não sinto mais porra nenhuma por você, não sinto sequer raiva, piedade ou algum tipo de “saudade”, sinto apenas um profundo e reconfortante desprezo...
Você tornou-se tudo aquilo que sempre pregou ser errado, sua hipocrisia me causa náuseas e acessos de riso.

Você é o exemplo clássico da santa que virou puta, daquelas que abrem as pernas para qualquer figura que você ache mais “bonitinho” ou que seus comandantes aceitem.
Mas fazer o quê? A buceta é sua e você ofereça pra quem quiser, mesmo sabendo que a sua amada religião, a qual sempre levou “tão a sério”, não permita.
Se o seu problema é mesmo grana, com certeza você faria uma fortuna nas centenas de prostíbulos que proliferam na terra onde mora famintos de gente como você, e seu talento para isso é mesmo indiscutível, convenhamos...
Como diz uma amiga minha “A mulherada está mesmo desesperada atrás de pica, Má”.
Isso me diverte um bocado, creia.

É no mínimo divertido constatar como uma mulher pode ter a capacidade de não se valorizar a ponto de sair por aí esfregando a bunda na cara de qualquer um que apareça, ou pareça, levemente interessado.
Portanto, trata de cuidar dessa sua nova vida no mínimo desregrada e procure ficar bem longe de mim e dos meus textos, porque nenhuma letra aqui será dedicada a você.
Essas foram as últimas linhas que escrevi “pensando” em você e sei que aqui eu não disse nenhuma inverdade.

É só você deitar sua linda cabecinha no travesseiro, após mais uma das suas infindáveis transas, e ter uma breve conversa com sua consciência, se é que ela ainda te diz alguma coisa.

E ponto final.



P.S: Sim, eu sou um cara tranquilo, mas não levo desaforo pra casa de filho da puta (ou puta) nenhuma.

12 comentários:

Roberto Ney disse...

o que quer que tenha acontecido, supere! cada um sabe de sua vida e do que lhe satisfaz. como diria a sabedoria popular... " quem menos corre, voa..." ou " a fila anda...".
sem querer me meter, só procure não julgar ninguem pelas atitudes. até porque vc seve bastar-se em si próprio. os outros devem ser fragmentos de sua felicidade e não o todo.
abraço!

BANDEIRAS disse...

Olá amigo,

Gosto dos teus delírios...
um tanto qto voláteis, mas verdadeiros...


Saudades de ti lá no meu cantinho,
Vc não gosta mais de mim ?
(ahahahahah).

Te espero,

Bjs

Única e Exclusiva disse...

Um ser humano com uma alma sensível e consciente das suas palavras. Cognitivo sua expressão há algo latente, não quero tomar uma opinião extremista para inflamação das partes. Mas, deves saber doq falas, rs. [Não consigo não achar graça disso!]. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Bjos ú&e

Marcelo disse...

Eu também morro de rir, fofura kkkkkkkkkk

Marina disse...

Uau. Quem quer que seja, exista ou não, podia dormir sem essa.

Beijão!

Patricia disse...

Assuntos inacabados são complicados hein!!!

Dessa vez fique surpesa com o conteúdo de seu texto, e de certa forma sou capaz de dizer que me orgulho de lê-lo. Não por todo o conteúdo mas por você dar um fim em assuntos que te fazem mau.

Bola pra frente Má!!! Sempre.

Beijosss!!!

=)

Monique Frebell disse...

=X

Momento constrangimento!

Nm sei o que dizer!

Resolve aí, depois eu volto!

Bju

Mila disse...

Credo...

Mulher (in) Comum disse...

É...
Eu já vi por aqui, "letras" mais apaixonadas, mas nem por isso tão inflamadas...

dreamer disse...

jesusamadoooo, o circo pegou fogo, chamaram os bombeiros(?) e eu cheguei depois que a cinza tava se esvaindo no ar... ainda bem!

Vanessa Lima disse...

Essa foi show...

Da até p dá umas boas risadas e ficar imaginando!

Bjos...

edualison disse...

amigao parabens pra vc
é isso ai tudo o que disse é verdade é o meu caso tinha uma namorada
que dava uma de certinha mais na verdade era uma tilanga uma puta cachorra ,uma biscate, me desculpe mas acho que vou pegar o seu texto emprestado valeuuuu tudo de bom !!!!!