quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Multiversos

Um belo dia de sol, as montanhas muito verdes, o céu profundamente azul, sem nuvens...
A cidade silenciosa, sem carros zumbindo nas ruas, sem vozes nas calçadas nem pássaros cantando nas árvores que rodeiam a minha casa.
Música clássica nas minhas caixas de som, coca-cola com gelo, olhos fechados, respiração tranqüila...
Pensamentos calados, ouvidos atentos, coração em sintonia com as notas, com as cores, com o sentimento que me invade sereno, altivo, senhor de si.
Senhor de mim...
Desenhos na tela de vidro, traços exatos, mãos firmes, técnica apurada, pura diversão.
O desejado silêncio da solidão, encontro com a arte de nascença, minha herança paterna.
Um dia qualquer até que os meus dias reencontrem matizes agora distantes e inatingíveis.

29 comentários:

Ácido Poético disse...

Marcelo, sensacional cara!
É tanta correria, viagem e falta de tempo, que às vezes não consigo comentar. Mas, espero que você compreenda, pois sempre estou lendo e saboreando este espaço.
Se o dia tivesse 30 horas, ainda me faltaria tempo...

Sds,
Bruno

Patricia disse...

Lindo d+, mas tb, com sua arte e o paraíso onde vc mora fica fácil!

Parabéns Sr Talento.
Aproveita o silênci, ele as vezes faz muito bem.

Beijos.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Marcelo, quantas vezes eu estou assim sózinha escrevendo ao mesmo tempo ouvinda a minha música preferida repousante... neste momento enconto-me assim e sou feliz...Gosto da minha solidão, porque sou eu que a procuro!... Marcelo, boa noite e beijinhos de carinho,
Fernandinha

Roseane, disse...

Uau...arrasou! Muito lindo.

Nathália disse...

Eu queria saber desenhar...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Muito bonito o seu texto. Marcelo. Falta pouco para ser um poema em prosa digno de Baudelaire. E estou falando sério, não é brincadeira não, pois lido com isso.
By the way, meu amigo, fiz u post mais leve do que de costume, mais fácil de baixar e gostaria muito que vc fosse apreciá-lo e deixasse a sua opinião. Conto com vc.
Um beijo,

wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Diego! disse...

Bela forma de ver o dia.

Substituiria a coca por um suco. Ta! Mentira....ia uma coca mesmo.


Até...

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Coca- cola gelada! Delícia!
A vida humana não passa de um lindo sonho. Pois esta impressão também me acompanha por toda parte. Concentro-me e encontro um mundo em mim mesma! Mas, também, aí, é um mundo de pressentimentos e desejos obscuros e não de imagens nítidas, vivas e perfeitas. E assim sorrindo e sonhando continuamos na nossa viagem através do mundo.
beijos menino querido.

Carol Rezende disse...

Onde você mora?? (fiquei curisoa ^^)

Lembra quando escrevi sobre minha individualidade?? São momentos como esses que busco nos meus momentos de solidão totalmente por opção rsrsr

Carol Rezende disse...

Ah, e comentando o comentário que você fez no meu outro post (tudo bem pode me chingar de esquecida que faz dois coemntários) realmente amar e ser amado não tem preço!! (mas sinceramente eu digo isso meio que achando só... só vou ter certeza depois que passar por isso ^^)

Inside Me disse...

encontro com a arte de nascença hein? haha só tu mesmo viu... belo texto, má, abraços

paula barros disse...

Ah, um encanto de escrita. Tantos e tantos sentimentos permeando.
A esperança...a espera.

abraços

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Marcelooo sumidoo, haha sumi um pouco daqui tb, perdão, enfim como sempre vc e seus belissimos textos, vendo um belo dia, sozinho, pensante, calado, ouvinte ou melhor econtrando-se. Parabens, simplesmente adorei!

Giane disse...

A descrição do meu sonho (embora eu substituísse a coca-cola por suco de maracujá bem gelado).

Bom fim-de-semana, Marcelo.

Beijos mil!!!

felipe lima disse...

Que boa herança seu pai lhe deixou! O meu só deixou olheiras enormes. Bom fds.

Edna Federico disse...

Bom ter um dia assim e saber apreciar, hein.
Beijo

Tiago Soarez disse...

Imaginei esse dia!

Muito bom, Marcelo. Como sempre!

Abraços

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

Marianinha disse...

Um lindo final de semana pra vc (e sua dona).
Beijos meus, Mariana

Mila disse...

Desenhar é tão bom... gosto de lembrar quando gostava disso... e quando achava que sabia fazer isso... hoje que sei que não sei... nem gosto... não pq não goste na verdade... não gosto mesmo é de saber que não sei....
Abençoado vc que sabe!!!!
Beijos Mila

BANDEIRAS disse...

Isso é que é estar em sintonia consigo. Que maravilha belo poeta, gostaria de estar nesta mesma sintonia, infelizmente os problemas me afligem neste momento...
Um lindo domingo para ti e bjs.

Beti Timm disse...

Marcelo,
as reflexões, fazem um bem incrível! ficar alguns momentos distanciados de tudo, envolvido apenas por pequenos detalhes. isso logo nos aponta as matizae, que podem estar na extensão de nossas mãos. Beijos calmos

Clecia disse...

Que lindo texto, caro amigo!Gostei muito! UM abraço e um lindo fim de semana!

Maria Dias disse...

...Respirando arte,sentindo a arte e viajando nela...

P.s.Não sei mas pensei já ter estado neste post.

beijo e bom fim de semana.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Marcelo:
Venha apreciar meu novo post, pois é fruto de muito sofrimento, porque o meu irmão está praticamente desenganado pelos médicos.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Maria Flor disse...

marcelo,

Silêncio e solidão combinam tanto quanto bem-casado.
Dono de si, que ousado, será que um dia aprendo a ser assim?

Selos para voc~e nunca serão o suficiente, de verdade, eu amo o que encontro aqui... aprendo muito sempre!

beijocas!

Humana disse...

Entrei na cena e senti uma paz...
Semre me identifiquei contigo!
Beijinhos Marcelo

kami disse...

Bom que vc tem dias que se parecem o que pra mim não passariam de devaneios... aki a musica nunca é tão bem escolhida e até a coca-cola com gelo no geral vem sem gás...

Aprecio a sua sorte com o mesmo fervor que admiro os seus textos!

Bjusss

Beatriz disse...

Um belo momento descrito/vivido com extrema sensibilidade.

Que os dias que guardam os novos matizes de tua alma possam logo vir ao teu encontro.

Fica um ramo de violetas azuis enfeitando tua semana.

Loba disse...

Amei o como e o que vc escreve! Amo a sensibilidade posta nas letras!
Ah... sou "aquela mulher" saída das cores fortes e afetuosas da artista Beti Timm! rs
Beijocas