sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Azul

Vou te contar um segredo...
E que esse segredo fique guardado apenas entre nós dois.

Quando estou submerso, cercado apenas por minúsculas bolhas de ar que insistem em buscar a superfície, e nada me aflige, nem frio ou calor, nem desejos ou dores, nem teto ou chão, flutuando ao sabor de ondas sonoras que vibram ao menor movimento de meus dedos nadando entre prateados cardumes de letras, prendo minha respiração e por alguns instantes, mesmo que em um claro lampejo insano, perco-me na imensidão azul da possibilidade de mais uma vez mergulhar em você.

10 comentários:

Paula Barros disse...

Pesquisando algo na internet, achei um blog, e neste blog vi seu comentário. Ano? 2008. E assim revisito seu blog, leio seus textos, que sempre gostei de ler.

Bom encontrar o blog atualizado, e sempre com ótimos textos.

Maicom disse...

Muito bom, cara!

Perder-se é uma arte...

Junin DiPaula disse...

Nossa, lindo... é bom ler o que vc escreve!!!

Junin DiPaula disse...

Nossa!! Que lindo!!!
É sempre bom ler o que vc escreve!!!

Anônimo disse...

não posta mais??? saudades dos textos... e outras coisas mais... =]

Clecia disse...

Olá! Quanto tempo! Realmente passei uma eternidade até voltar aqui. Vejo que seu blog continua muito bom. Curti este último post! Uma braço!

'ღ Mαlu Dєαf ღ disse...

Oii Marcelo!! Mudou de blog??? Tá sumidinho...espero que esteja bem!! Bjssss

'ღ Mαlu Dєαf ღ disse...

Oii Marcelo!! Mudou de blog??? Tá sumidinho...espero que esteja bem!! Bjssss

Mari disse...

Gostei! Pq parou?

Luana Gabriela disse...

A um ano atras voltei a escrever no blog, você comentou que também estava voltando!! Bom cá estou novamente. Aparece de vez em quando ok? abraços