sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Desarmados

Hoje sonhei com você.
Foi um sonho esquisito como os sonhos costumam ser...
Eu fui visitá-la, apareci assim do nada.
Me disseram que você estava numa sala de uma espécie de prédio comercial.
Lembro que a porta dessa sala estava fechada e ali rolava uma reunião ou coisa do tipo.
Eu simplesmente entrei e estava nú...
Você ao me ver se espantou, ficou branca como quem vê um fantasma, mas o interessante é que você também estava nua.
As outras pessoas na sala devidamente vestidas ao redor de uma mesa retangular e nós dois em pé e completamente nús.
Ao me ver, além de branca você sorriu aquele sorriso que me ofereceu na primeira vez que nos encontramos.
Nos abraçamos e saímos daquele lugar juntos, de mãos dadas.
Em um terraço do tal prédio nos beijamos apaixonadamente como quem reencontra o que jamais perdeu, com o oceano ao fundo.
Era um dia azul e ensolarado.
E ambos estávamos completamente nús...


(Sinto saudades)

5 comentários:

Única e Exclusiva disse...

Que sonho massa, .., a cumplicidade até nos mais intimos devaneios, que lindo!

realize-o
bjos ú&e =**

Ela disse...

quando a saudade se materializa em sonho é bom assim!

Marina disse...

Pena quando sonhos bons não passam de sonhos...

Aníssima Duarte* disse...

Eu pensei que fosse morrer com este texto! Ele é simplesmente tudo o q ue eu sinto. SEm mais.
Abração.

Casa de Mariah disse...

que inveja.
eu só sonho com a minha avó.