quarta-feira, 26 de maio de 2010

Nós

Vez ou outra meu navio zarpa do porto a procura de novos continentes, novas aventuras, novas descobertas, novos horizontes.
Sempre com a promessa de que não irá mais voltar.
Ordeno explicitamente a minha tripulação que encontre novas possibilidades, que desenhem novos mapas, que descubram novas estrelas no céu para me guiar em oceanos desconhecidos.
Dessa forma sigo no timão convicto de que dessa vez parto para uma viagem sem retorno.
Porém, para minha desgraça, mais cedo ou mais tarde eu sempre acabo percebendo que minhas amarras estão em nós de marinha inevitavelmente atadas a você.

13 comentários:

R. disse...

Pior que para minha tristesa nem navio posso pegar nesse cerrado.:(

Gostei do seu blog, escreve muito bem parabén.

:-)

Ana Libório disse...

Dessa vez,o SEU texto é que é a minha cara!!!rs!!
Quanta coincidência!!!
É exatamente isso!É exatamente assim!!!

Ana Libório disse...

P.S.: Sumi porque fiquei sem computador!!!!Não foi por preguiça ou desleixo!!rs.

Ela disse...

o texto é simplesmente espetacular.

Ainda que o "você" seja dos mais diversos.
Para algumas coisas nesta vida, a gente sempre volta ou quer voltar!

Juliana Santos disse...

...é tem horas que fugir do velho não é a solução, por mais que nos atraia o novo...a sempre um nó mais atado.

soninha. disse...

Texto delicado com um final surpreendente.bjs

Ana Libório disse...

Eu nem acredito...histórias muito parecidas!!!hahaha
Deu até medo!!!!rs!!!

Beijo!!!!!

Pensamentos e sentimentos escritos disse...

Noossa, como vc tava sumido!
Fiquei feliz por ter aparecido!
Eu também sumi, mas ja voltei!
Tava sem tempo, e na correria da vida....
Fiquei feliz que gostou do hino.
Realmente ele fala muito em meu coração.

Que Deus venha tocar em seu coração e conceder a cada desejo dele, segundo a vontade e o querer Dele, porque somente Ele sabe o que é melhor para nós!

AbraçoO...
-Passa mais vezes la no meu cantinho e deixa uma mensagem.

Inside Me disse...

mas isso às vezes, pode ser uma benção, máh. ;D
xeru grande

Patricia disse...

Qualquer nó, por mais q difícil, é possível ser desfeito. mas, normalmente a gente não quer fazê-lo.

=)

Glaucia disse...

Marcelo...
Bora lá postar novas das suas amenidades.
Beijos e queijos
Glau

Ale Danyluk disse...

Voar sempre, navegar é preciso, perder a direção as vezes é providencial....Só não vale é tentar aterrisar ou cravar a âncora.
Beijoooooo e se cuida.
Ale

Pensamentos e sentimentos escritos disse...

Posso pedir uma ajudinha?
To participando de um concurso da melhor frase de dança e to entre as 6 finalistas.
ME ajuda a ser a vencedora votando em mim!!!

O blog pra votar eh...
http://reasontodance.blogspot.com

Desde ja agradeço!
Bjus