segunda-feira, 8 de junho de 2009

Um dia qualquer

Acordo em mais um daqueles meus estranhíssimos horários exóticos.
Água fervendo na chaleira de lata, vapores embaçando as vidraças ainda geladas da cozinha.
As mãos nos bolsos na vã tentativa de torná-las quentes como o café que agora perfuma o ar matinal.
Na televisão o noticiário de sempre; aviões que despencam do céu, tempestades que alagam cidades inteiras, famosos que adotam crianças vietnamitas, políticos e seus castelos de grana roubada.
Meu computador pede minhas senhas enquanto carrega mil programas ocultos.
Procuro música erudita nas pastas para combinar com o clima melancólico das manhãs em Minas Gerais.
O Sol invade a janela da sala me convidando a largar o trabalho por apenas um dia e tratar de passear no Parque das águas.
Mas agora não posso...Meus prazos são apertados, meus clientes ranzinzas, meus dias longos e minha paciência é curta.

Está na hora de fazer as malas e fujir para o Chile.
Ou quem sabe comer um pouco menos de chocolate com pimenta...

8 comentários:

Magna Santos disse...

Ora ora, se esse não é aquele fujão que criou um mundo particular (como você disse em Sementeiras). Pois bem, fugir num "dia qualquer" nunca pode ser para qualquer lugar. O parque das águas cai bem...Chile pode esperar.
Muito legal, Marcelo, a forma descritiva e sensível a retratar o teu dia. Aquele que não acontece por fora, mas por dentro.
Abraço.
Magna

* Bela* disse...

É verdade a despedida sempre é muito ruim, principalmente quando criamos em nossa mente a ilusão de uma farsa idéia de um sentimento sólido e seguro, quando na verdade ele estava a um fio, pronto pra desmoronar.
Mas o melhor de tudo isso é quando levantamos a cabeça, amamos a nós mesmos em primeiro lugar e vemos que merecemos muito além de um simples e mero "amor" propriamente dito. Quando descobrimos o outro e nos descobrimos, enfim nos libertamos de uma vez por todas de todo e qualquer sentimento, por mais intenso que tenha sido.
Acredite...você também pode se libertar como eu me libertei e hoje sou mto feliz com um homem que me faz muito mais feliz!

BjSs =)

BANDEIRAS disse...

Olá,

...vamos fugir...prá outro lugar, baby...vamos fugir...prá onde quer que vc vá, que vc me carregue...

...Chocolate é uma delícia de qq jeito...

Bjs amigo

Narradora disse...

Hummm...
Uma fuga, esse friozinho, ô idéia boa :)
Bjs

Giane disse...

Oi, Marcelo!

Menino...quisera descrever minha rotina de maneira tão intimista. E quem dera ela fosse assim tão bela...

Beijos mil e fique bem!!!

Monique Frebell disse...

Saudades Marcelo...

passa dia entra dia e nada muda nessa vida...

Um super beijo pra vc!

Ana Bella Carolina disse...

Que descrição sutil..

Acho que fugir para o Chile pra mim não é das opções, a melhor;
queria fugir de mim, será que tem como? rs
=/
Grande Beijo, querido.

Rodrigo Melquiades disse...

Muito bom o textoo...
Seus textos são perfeitos garotoO..
Minas....tudo de bom..
Abras.