sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Volta

Não quero mais sentir isso...

Não quero mais ficar sem o que eu preciso.
Meu corpo está me cobrando algo que ainda não posso oferecer-lhe.
Minha boca sente falta dos lábios rosados, a doçura do seu beijo, a volúpia do nosso encaixe...
As coisas não fazem mais sentido pra mim, minha felicidade é etérea como nunca foi.

Não quero mais sentir isso.

Seu rosto está em todos os lugares, seu cheiro continua no meu corpo, seu sabor continua na minha boca, seu vestido em meu armário, seus cabelos nas minhas mãos...
Minha vida está em pausa, e assim vai ficar até que eu a tenha mais uma vez em meus braços.
Nunca na minha vida eu precisei tanto de algo como preciso agora do seu colo...

Vem...

37 comentários:

Anônimo disse...

Saudade mata a gente aos poucos, né?

É assim mesmo, um dia a gente mata quem tenta nos matar ;)

Bjos

[...]

Tiago Soarez disse...

Sublime! Muito Sublime!

Bom fim de semana!

arteimitavida disse...

Har saudade... É tão gostosa e bonita que dá um texto lindo desses!
parabéns!

bjoks

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lindo o seu texto. Vc pode ir tranqüilamente apreciar o meu novo post no meu Blog, pois devido a problemas com essa joça desse computador, só fiz a crítica de um filme, mil vezes visto, que merece ser mil vezes visto de novo, e postei poemas e o seu texto que é quase um poema em prosa. Conto com vc.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

paula barros disse...

Encantador. Emocionante.
E eu aqui torcendo.
abraços e bom final de semana.

BANDEIRAS disse...

...seu vestido ainda está no meu armário, seus cabelos ainda estaõ em minhas mãos...
Lindoooooooooo isso !!! amei !!!!
Grande poeta, não sofras tanto com a angústia da espera. Pq ela com certeza, virá ao teu encontro, para buscar o vestido, os fios de cabelos e vem a procura do teu perfume que exala do teu corpo.
Beijinhos...mil

O Anjo disse...

O amor é bom...mas pode matar quando nos sufoca a alma.
abraço

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Opa vô agora
Haha
Brincadeira
Saudade uma maneira de sentir e saber que de alguma forma estamos pensnado e desejando alguem e que por força do destino não esta ao nosso lado.
Seria essa a interpretação do seu texto?
Hahaha
Te espero no meu
Post novo abraço!

Juliany disse...

Nosssaa realmente muito bonito, a falta nos faz Romanticos e sensíveis...
um beijoo
gostei bastante do seu blog

Clecia disse...

Oi,Marcelo! Nossa! Mais um post que leio hoje sobre o tema saudade. Massabe que gosto de ler sobre? Acho que saudade éum dos mais belos sentimentos. Pena que nem sempre ela seja gostosa de sentir, pois às vezes ela dói mesmo.Gostei do post, viu? Desculpe-me a demora em voltar aqui. Estava doente estes dias e por isso não deu para visitar os amigos. :) Espero que tenha um ótimo fim de semana!

Marianinha disse...

Saudade dói, mas nada como um reencontro pra acabar com ela, ne?
Bom fim de semana, bjo

LindaRê disse...

Se fosse eu, eu ia.
Muito lindo.

Bjs

Dois Rios disse...

"Para quem ama, não será a ausência a mais certa, a mais eficaz, a mais intensa, a mais indestrutível, a mais fiel das presenças?" Marcel Proust

---

Beijos, Marcelo,

Inês

O Profeta disse...

A sombra da paixão...


Abraço

instantes e momentos disse...

parabens pelo post muito bom( como sempre).
Até quando a dor de um poeta é realmente uma dor?
Maurizio

Tanmi Morais disse...

sempre um prazer ler o que você escreve :)

quem não precisa de colo de vez em qdo?! (...)

, beeijo:*

Danielle Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Dias disse...

Porque complicamos tanto as coisas?Sentir saudades é ruim viu?Melhor pedir a mão da moça de fez!rs...

Tenho postagem nova!Apareça!

Monique Frebell disse...

Lindo texto!
Amor estampado em palavras.

Bjos de Boa noite!

Monique Frebell disse...

Lindo texto!
Amor estampado em palavras.

Bjos de Boa noite!

T disse...

Nossa.
Quase que fiquei sem ar, aqui.
Te juro.

Beti Timm disse...

Marcelo,
nas minhas madrugadas, é muito bom vir aqui, o azul, me deixa leve. E ainda mais, ler alguém falando de amor. Saudoso, sofrido, não importa, ele é forte, mas também suave. E certamente, logo vais ganhar esse colo tão desejado. Beijos noturnos

Coisas&Letras disse...

Ãqueles momentos em que tudo se sente e nada se tem a não ser o vazio, e a necessidade extrema de o preencher...
O texto está muito bonito, como todo o blog!

Beijo:
C&L

Liquificadorizando disse...

Quem será a musa inspiradora? Hum... Quem?

Parabéns pelo blog!

Obrigada pela visita!

Alexandra Periard
(Atriz e Escritora)

Antunes Ferreira disse...

LISBOA * PORTUGAL
ferreihenrique@gmail.com


Boas

Olá! Passei de novo por aqui para saber de ti e das tuas coisas. Parece-me que vão óptimas. Parabéns! Já to disse, mas repito, que gosto deste blogue. Voltarei, um destes dias. Tu merece-lo; e, além disso dá-me um ganda gozo!

Continuo a esperar-te também no meu Travessa do Ferreira (www.travessadoferreira.blogspot.com). Se não, vai lá pela primeira vez. Não custa nada – nem dói… Palavra que ficarei muito contente. Avinça!.
Qjs/Abs

Mila disse...

Adorei o comentario da Monique... amor ESTAMPADO em palavras. Com certeza cada um tem o amor que merece. E o de vcs... sem dúvida é sem tamanho.

Maria Flor disse...

E eu aqui sonhando e sofrendo pela ausência de um amor sem identidade ou endereço.

E sem levar um pedaço de nós as lembranças não se desfazem.

um bom fim de semana!

beijocas!!!

Sweet Angel disse...

Nossa!! adorei!!

Bom, primeiramente obrigada pela visita e em segundo, posso adicionar seu blog? Obrigada

Camila

Luciene de Morais disse...

Ai, a paixão!
Veneno doce...
Beijos, amigo

Giane disse...

Oi, Marcelo.

Eu pergunto por que "Amenidades" se tudo o que li vem carregado de sentimento. Esse texto mais recente por exemplo; a saudade reveste cada palavra e cada um pode interpretar como quiser, mas ninguém pode sentí-lo "ameno"...

"Nunca na minha vida eu precisei tanto de algo como preciso agora do seu colo...Vem..."

Lindo,simplesmente lindo.

Beijos mil!!!

Nataliinha disse...

Minha vida está em pausa, e assim vai ficar até que eu a tenha mais uma vez em meus braços.
Nunca na minha vida eu precisei tanto de algo como preciso agora do seu colo.


UAAU !!

=D

Beiijos

Karine Leão disse...

Marcelo,

Obrigada pela gentil visita. E como vc disse lá, realmente estar em paz é primordial para que os furacões não nos tirem dos trilhos.

Lindo texto... mais linda ainda é a urgência de amar quando o sentimento toca nossa alma verdadeiramente.

Uma ótima semana!

Abraço Karinhoso!

Carla disse...

...doloroso sentir o vazio que a saudade deixa
beijos

Maria Dias disse...

Ei Marcelo!Já sei, está no colinho da amada né?rs...

P.s.Tenho postagem nova apareça!

Beijo!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Estive a ponto de fechar meu Blog por esses dias, devido às línguas maledicentes, mas não vou fechá-lo porque os amigos me apoiaram, e quantos amigos, e, de quebra, fiz um novo post, comentando um excelente filme.
Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata
Vc nem for ver no post anterior o seu texto publicado

poetriz disse...

Saudade é um sentimento urgente, já dizia Clarice Lispector.

Mary West disse...

Mas aproveite esse tempo para se conhecer melhor. Soh naum se acostume com a solidão. ;)