segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Solitud

Verde como os campos recém cobertos de orvalho.
Intenso como Yin-Yang jamais equilibrariam em seus círculos infinitos.

Cores translúcidas, prisma de um só tom em todos os sobretons possíveis e impossíveis
Reflexo de luzes polifocais, difusas, confusas...

Cristais de fogo, reconstrução do caos sobre estruturas de gelo.
O surpreendente cinismo do destino, a incompatibilidade da fé, dos dogmas e dos preceitos, antes pétreos, escritos sobre frágeis folhas de papel-arroz.

A tatuagem desenhada na pele branca, sangue, cor negra, letras traçadas à mão.
Feminilidade, sensualidade, delicadeza, beleza, monstro de saias...
Todos os sentidos confundindo-se num só...

As incontáveis possibilidades do sentir, do desejo, do temor, do prazer e da dor.

Verde como o ébrio Absinto...

Como a esperança, ou como o desespero sufocante de uma selva intransponível.

22 comentários:

Princesa Paty disse...

Como vc consegue?
Fala comigo e cinco minutos depois diz, postei, vai lá ver?
Parece até fácil!!!

Muito, muito, muito bom!
Forte, intenso, como você!

Beijos!

Marcelo Martins disse...

Psicografia de mim mesmo, Paty...Acontece,rs.

TIAGO FERNANDES disse...

Psicografia de mim mesmo? Entrou na fila quantas vezes para conseguir este dom de Deus?

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Venho agradecer e retribuir a sua gentil visita ao meu Blog. É um Blog, basicamente, de resenhas de filmes, mas ponho mais coisas nos posts e faço divulgação de blogueiros pouco conhecidos.
Escuta qui, Sr. Marcelo, desde quando você é velho? Se eu, que devo ter uns 10 anos a mais do que vc não sou velha, como pode ser vc velho. Vamos, deixe disso! O texto que li é belíssimo! Continue fazendo a sua arte e se quiser publicar algo no meu Blog é só falar. Volte sempre.
Um beijo,
Renata Cordeiro

DannyNanny disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mineirícia disse...

obrigada pela visita! :)
confesso que boiei um tanto no seu post! só sei que gosto de verde! :)
um beijo!

*Raíssa disse...

Lindo o poema!

E faculdade parece ser mesmo a melhor fase da vida :)

Beijos

Karen Anne disse...

Todos nós estamos em busca de nos encontrar... gostei muito do seu blog... abraço :)

Pelos caminhos da vida. disse...

obrigado pela visita!

Texto com muita intensidade.

uma otima noite


beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Retribuindo visita!

Texto com muita intensidade.

uma otima noite


beijooo.

Dois Rios disse...

Que beleza de texto, Marcelo!

Tanta intensidade de sentimentos envoltos em cores traslúcidas, cristais de fogo, sensualiade, delicadeza, medo, prazer, dor...

Uma longa viagem ao mais profundo e voraz universo da solidão.
...
Desculpe-me se passei longe do que você quis dizer mas, depois de publicada, a poesia é de quem a lê.
...
"Toda a poesia é luminosa, até
a mais obscura.
O leitor é que tem às vezes,
em lugar de sol, nevoeiro dentro de si." Eugénio de Andrade.
...
Vai ver que é o meu caso, rsss..

Beijo,
Inês

paula barros disse...

Apreciando o texto, a idéia, a forma de escrever. Para mim, muitas palavras conhecidas, porém nunca vistas num texto assim. O bom de ler seus textos é o inusitado, imprevisível.

"reconstrução do caos sobre estruturas de gelo" - A pensar, achei forte.

LindaRê disse...

todo intenso...

Lily disse...

verde é uma cor realmente inspiradora pq transmite mil coisas!

talvez seja por isso q é uma das minhas cores favoritas! :)

bjkss

Bill Stein Husenbar disse...

Parabéns o dom. Gostei muito de descobrir esta casa e também este post rodeado d sentimentos, de conflitos interiores, de confrontos... Excelente a forma como é expressada toda essa luta que acaba por se tona encantadora.

Parabéns e voltarei.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

SAM disse...

Olá, Marcelo!

Eu que estou sumida, ou você? Rsrs

Belo texto, viu? Adorei.


Beijos

.Intense. disse...

Acho que todo mundo acertou o comentário: intenso.

;)
;*

bjos, Má.

Dani disse...

Oie!! Eu por aqui!!

É dificil te acompanhar, rapaz! Tu ta sempre com 3516810350 posts novos!! Haha

Texto forte, como disse a Paty. Dificil. Muito dificil. Só sei que gostei!!! uahuahuahau

Beijos
Dani.

Jac C. disse...

Olha, não entendi nada disso, viu!
Mas notei a mudança no layout e, sendo o profissional que és, interessante imagem.
Traduz-te?
Uma necessidade de expurgar-se?

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Marcelo:
Vc deu uma passadinha no meu Blog um dia desses. Quero que volte, pois tive que fazer outro post. Aquele me trouxe um azar que vc nem imagina. Este é sobre um cult movie, dirigido pelo Nicolas Cage, com James Franco no papel principal. Passou despercebido no Brasil, talvez tenha feito sucesso na Europa, não sei. Apareça por aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço,
Renata Cordeiro

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Há muita fofoca nessa Blogosfera, Marcelo, e se vc não sabe de nada é melhor não saber. Este filme é vendido nas Lojas Americanas por R$12,90 e é um tesouro que a maioria das pessoas despreza, por não saber o contexto da época, em resumo, por não saber apreciar um filme. Se tiver oportunidade, veja-o. Na Blockbuster aqui perto da minha casa em São Paulo, há uma cópia.
Um beijo,
Renata

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Marcelo, gostei da tua maneira de escreveres o que sentes, uma luta que se torna por fim encantadora... Adorei Amigo!
Beijinhos,
Fernandinha